História

Aquela primeira onda é a razão pela qual eu penso que toda a gente continua a surfar, é como tudo na vida… se não se gostou na primeira experiência, não se vai voltar e continuar a fazer (…) No surf, se apanhas uma onda ficas viciado imedatamente!!! Andy Irons

Uma ideia, um começo... e hoje resultados…

Após ter exercido funções como treinador de Surf nas duas escolas de Surf existentes no distrito de Viana do Castelo e sendo um surfista regular desta zona, o fundador da ABC-ES (Rui Sá) apercebeu-se das dificuldades com que as pessoas se deparam quando se querem iniciar ou evoluir no Surf, sobretudo os mais jovens. Com efeito, apesar de termos uma excelente costa para a prática desta modalidade, os riscos e perigos inerentes à sua prática são inegáveis e a deslocação às praias nem sempre é tão óbvia e fácil durante todo o ano.
Um outro aspecto com o qual se deparou enquanto surfista, foi a falta de encaminhamento quando decidiu iniciar uma carreira competitiva. Observando bem neste distrito, até à data carecemos de atletas de destaque nesta modalidade, apesar dos excelentes locais que temos para treino. Temos alguns casos de excelentes surfistas do distrito que nunca passaram disso, apesar de demonstrarem vontade para se lançarem em "voos mais altos”, primeiro porque não tinham apoio das entidades locais que gerem o Surf e, que quando iam por si sós, deparavam-se com grandes dificuldades, tanto a nível de preparação como financeiras.
Assim, o projecto da ABC-ES, surgiu em 2006 da ideia de um atleta de Surf em facultar aos seus sucessores, através da sua experiência, as oportunidades que não teve e aos surfistas em geral a capacidade para praticarem o seu desporto aproveitando e maximizando todas as excelentes recursos para o Surf que o litoral deste distrito tem ao seu dispor.

Em Julho de 2007 iniciámos o Projecto Viana Grommet (PVG) com o intuito de facultar aulas, treinos e acompanhamento aos jovens do concelho de Viana do Castelo a preços competitivos para que possam surfar todo o ano. Em 2008 começamos a participar com estes jovens no Circuito Nacional de Surf Esperanças tendo conseguido logo um atleta no Top16 de Sub14 nesse ano. Durante os 3 anos seguintes fomos a única escola da região Minho com jovens neste circuito (o que até à data se mantém inalterado) e jovens do Porto começaram a notar a escalada no resultados dos jovens Vianenses e logo se juntaram a nós nos nossos treinos.

Devido a esta procura, em finais de 2009, iniciamos o Northern Athelete Management (NAM), um serviço de gestão de carreira e treino de alto rendimento inovador na zona Norte ao qual se juntaram jovens de renome nacional e internacional como Sebastião "Sebas" Furtado e Timothy Latte da Suécia.

Também em 2009 começamos com a organização de eventos. O primeiro foi a organização da 3ª Etapa do Circuito de Surf do Norte, no qual nos associamos a outras escolas de surf, clubes e associações para criar o primeiro verdadeiro circuito regional nortenho (de Aveiro a Caminha). A nossa entrada na organização deste circuito deveu-se muito à ao facto das outras entidades do concelho,mais voltadas para este tipo de actividade, terem virado as costas a este projecto o qual, no nosso entender, é essencial para o desenvolvimento do surf no norte de Portugal em geral e mais particularmente no concelho de Viana do Castelo. Também iniciamos em 2010 a primeira celebração do Dia Internaciona do Surf, evento realizado a nível mundial no mesmo dia e que celebra o surf com várias actividades totalmente grátis. Por fim, em 2011 começamos a retribuir um pouco ao mar, através da organização da primeira limpeza de praia da praia de Afife, inserida nas Iniciativas Oceânicas da Surfrider Foundation.

Hoje em dia, a ABC-ES já formou vários surfistas e atletas, que por se terem iniciado ao surf numa escola com método, fazem do surf uma forma de viver e o contacto com o ocenao uma costante na suas vidas... Prova de um bom começo com diz o saudoso Andy Irons (3 vezes Campeão Mundial): "Aquela primeira onda é a razão pela qual eu penso que toda a gente continua a surfar, é como tudo na vida… se não se gostou na primeira experiência, não se vai voltar e continuar a fazer (…) No surf, se apanhas uma onda ficas imediatamente viciado!!!"...